Falaaa galeraaaa, mais um post aqui no blog programandojava.

Vamos falar um pouco de JPA 2.0 + Hibernate, ao final do post veremos toda a teoria em pratica.

Essa ferramenta atua como intermediária, automatizando diversos processos importantes relacionados à persistência dos dados. São chamadas de ferramentas ORM (Object Relational Mapping).

Com o intuito de facilitar a utilização dessas ferramentas e torná-las compatíveis com os outros recursos da plataforma Java, elas são padronizadas pela especificação Java Persistence API (JPA).

Para fazer uso do Hibernate, devemos fazer algumas configurações básicas, tais como:

  • Importar os Jars necessarios para uso do hibernate;
  • Configurar o logger (não obrigatório, porém para ter maior controle das persistências do hibernate devemos configurar. Iremos utilizar o log4j).
  • Como iremos usar JPA, devemos criar um arquivo chamado persistence.xml, este arquivo deve estar na pasta META-INF que por sua vez deve estar no classpath da aplicação.

Um dos principais objetivos dos frameworks ORM é estabelecer o mapeamento entre os conceitos de orientação a objeto e os conceitos de modelo entidade relacional.

Isto pode ser feito através de XML ou de uma maneira mais pratica utilizando anotações java, quando optamos por utilizar anotações, evitamos a criação de extensos arquivos XML.

A seguir as principais anotações de mapeamento JPA, estas fazem parte do pacote javax.persistence.

Continue lendo

Anúncios